sexta-feira, 17 de junho de 2016

É possível limpar a tumalina negra das seguintes formas:

/pode-se lavá-la em água com sal grosso, mexendo de tempos em tempos a mistura que torna a decantar, retornando à sua natureza bifásica – creio que assim se mostra alguma sinceridade mineral.

/pode-se enterrá-la, e aqui no local obviamente conduzido pelo verbo. Talvez um vaso de cacto ou num campo de rosas ou mesmo na areia.

/pode-se defumá-la com incenso e desse método ainda não tentei.

/qualquer um dos métodos escolhidos deve ser repetido semanalmente, quando nossas energias rompem o escudo que a tumalina negra projeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Somewhere in her smile she knows that I don't need no other lover"