domingo, 20 de setembro de 2015

não é difícil saber que acontecerá conosco: 
o vazio mirabolante, que a princípio 
não veremos, 
as coordenadas de pessimismo desajuste,
zoneamento apenas metade emocional 
a determinar todos os esbarros. 
comigo, irei a praia certamente 
e você verá, nesse ínterim, 
a crescente dúvida que logo se transforma 
em certeza alucinada de que nunca
nada valerá a pena, 
mesmo a considerar 
o recorte desapegado 
das nossas estreitas almas. 

e eu, a despeito de saber os resultados compulsórios, 
faço, obcecada, leituras preventivas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Somewhere in her smile she knows that I don't need no other lover"